#E-FIT

E ao 2ª dia… dói tudo…

Não há melhor timing para escrever sobre a E-FIT do que 2 dias depois de um treino de electroestimulação.
Sabem aquela sensação de acordar com o corpo todo dorido, em que só a simples tarefa de levantar da cama se revela uma verdadeira “tortura”?
Foi exactamente assim que despertei esta manhã…
Acordei toda partidinha e com vontade de chamar “nomes carinhosos” ao Prof.  Luiz Santana (@luizsantana.efit) 😉

Electroestimulação
Mas afinal de contas, o que vem a ser isto da Electroestimulação?

    • Choques?
  • Fatos “milagrosos” que aparecem nas Televendas a horas indecentes?
  • Treinos passivos em que estamos quietinhas ligadas a uma máquina que faz o trabalho todo por nós?

Nada disso!
Eu passo a explicar…
O treino de Electroestimulação é um treino completo e activo, que apesar de ser de curta duração, tem a capacidade de nos deixar com “lembranças musculares” durante um bom par de dias…
Activo? Perguntam vocês…
Sim, activo!
Fartamo-nos de mexer e de transpirar!
Usamos barras, pesos, elásticos, material funcional, luvas de box,… e tudo um conjunto de equipamento diverso, adequado a treino de força e a trabalho cardiovascular.

12087362_10205149622364322_510085543_n.jpg12081326_10205149622564327_228574711_n.jpg

A grande diferença entre o treino de Electroestimulação e um treino “habitual” é que fazemos todos os exercícios dentro de um “fato especial” ligado a uma máquina de vibrações que vai estimulando, em simultâneo, uma série de músculos diferentes.
Durante, aproximadamente, 20 a 25 minutos de treino, sentimos todos os músculos sempre a trabalhar, independentemente do tipo de exercício que estamos a fazer.
Numa série de Agachamentos, por exemplo, em que tipicamente estamos a trabalhar os membros inferiores, sentimos o resto do corpo todo a funcionar: Bíceps, Tríceps, Abdominal, Lombar…
Como todos os músculos trabalham em simultâneo, e de forma mais intensa, com a ajuda das vibrações do fato, consegue-se uma grande eficiência num treino mais curto que o normal.
12077081_10205149622644329_1865434678_n.jpg12067936_10205149622444324_104318251_n.jpg
Geralmente, uma sessão de treina na E-FIT não ultrapassa os 25 minutos, e acreditem que chega (e sobra) para ficarmos bem cansadas!
Os estímulos da máquina são ajustados no início do treino à capacidade de cada um, sendo que o objectivo é de sentir a activação do músculo sem qualquer desconforto.
A sensação inicial é “estranha” e passa por uma espécie de “cócegas” até à impressão de que os nossos braços ou pernas querem mexer sozinhos 😉

Onde está a E-FIT?
A E-FIT tem 3 estúdios em Portugal:
– E-FIT Cascais
– E-FIT Lisboa – Expo
– E-FIT Porto

EFIT.png

Já tive a oportunidade de conhecer as instalações da E-FIT no Porto e em Lisboa – Expo e para além de serem super giras e modernas, têm um STAFF à altura do desafio.
Se no Porto o Jonatan e a Marta estão sempre preparados para nos pôr a mexer, em Lisboa, o Luiz recebe-nos com um sorriso e dá-nos um “treininho” valente que nos deixa KO.
São treinos personalizados e individualizados, adaptados a cada um, e que pode (e deve) ser complementado com acompanhamento nutricional e avaliações físicas periódicas.
12081346_10205149622324321_1286724341_n.jpg12087400_10205149622524326_1941834232_n.jpg12081393_10205149622244319_1639726964_n.jpg12092266_10205149622484325_1746569635_n.jpg

Os preços das sessões variam consoante o “pacote” que escolherem.
Todas as informações que precisem podem ser pedidas através dos seguintes telefones indicados acima e nas páginas do Facebook dos estúdios.

E funciona?
O histórico de Avaliações Físicas de quem já se rendeu a este treino diz que sim.
E se os resultados forem proporcionais às dores musculares que eu sinto hoje, posso-vos garantir que funciona! 😉
Eu vou continuar a intercalar o treino da E-FIT com o meu treino habitual.
Se tens pouco tempo livre, ou se procuras resultados específicos e mais rápidos, esta é uma boa alternativa.
Mais alguém já experimentou?

@missFIT.insta

12071535_10205149622684330_96468858_n.jpg

One thought on “#E-FIT

Deixar uma resposta