#gimnasio

Cheguei a Madrid já com casa reservada e cama para dormir…

Faltava-me, no entanto, organizar e decidir uma parte muito importante da minha rotina: saber onde ia treinar!

Apesar de ser em contextos muito diferentes, esta não é a minha primeira experiência a viver em Espanha.

Fiz Erasmus em Barcelona há uns anos atrás e já nessa altura demorei algum tempo a encontrar um ginásio que me enchesse as medidas…

Fiquei sempre com a sensação de que os espanhóis não têm tantos hábitos de treino indoor como os portugueses e que não estão tão avançados nas aulas de grupos…

(Espero não estar a ser injusta… Desculpem-me os “nuestros hermanos” profissionais na área.)

Mas a verdade é que, já em Barcelona há 10 anos atrás, ainda estava eu muito longe de ser “miss”, todos os professores do ginásio me perguntavam onde é que eu dava aulas em Portugal! 😉

Explicar-lhes que era “apenas” engenheira era uma verdadeira aventura! 😉

Pedi, por isso, à minha irmã (e melhor PT do mundo – @sararochapt) 😉 ) para me preparar uns Planos de Musculação, que seriam a base do meu treino durante estes dois meses.

Apresentou-me 3 “ciclos” de meter medo!!!

Essencialmente de pernas e glúteos, daqueles de deixar mazelas durante um par de dias…

Ela sabe do que eu gosto! 😉

IMG_2499

A busca…

Fiz uma pesquisa ligeira, ainda em Portugal, de alguns ginásios perto do apartamento e do escritório, mas não queria tomar nenhuma decisão antes de visitar os espaços.

Ainda no Sábado em que aterrei em Madrid, fui visitar o primeiro ginásio.

Era perto de casa e eu precisava de me distrair para não pensar demasiado na falta da mala.

“Holiday Gym”, era assim que se chamava.

Deu-me a ideia de que era uma cadeia de ginásios e que havia vários do mesmo grupo espalhados por Madrid.

A primeira impressão não foi a melhor…

Muito escuro, muito velho, meninas da recepção pouco simpáticas…

Ainda por cima tentaram vender-me logo um mega plano para um ano, mesmo depois de eu ter dito que, para já, só queria inscrever-me 2 meses, que não sabia como ia ser a minha vida depois…

Falaram-me de mega promoções (todas elas bastantes mais caras que os valores dos ginásios em Portugal…) que caíram por terra quando eu disse que não tinha “Numero de Cuenta” em nenhum banco Espanhol, e que até ao final de Fevereiro, seguramente, não iria ter…

Ainda tentei explicar-lhe que estava disposta a pagar os 2 meses agora, e que por isso ter um “numero de cuenta” era irrelevante…

“Sin número de cuenta, no te puedo hacer la promoción…”

Valor sem promoção: 69€ X 2 + 25€ = 163€!

Doidos!

Só podem estar doidos!

Agradeci e voltei a casa com duas preocupações, em vez de uma!

Para além da mala, agora também não tinha ginásio… A minha 1ª opção estava fora de questão…

Some e segue…

Até 2ª feira pouco ou nada podia fazer:

O outro ginásio que tinha “sinalizado” enquanto ainda estava em Portugal, aos Domingos só está aberto até às 15h00, e eu estou “obrigada” a ficar em casa durante a manhã para me assegurar que “abro a porta” à mala…

O frio e chuva que estavam também não convidaram a qualquer tipo de treino outdoor.

Nem mesmo uma corridinha…

Acabei por ficar o fim de semana inteiro sem fazer nada!

Escusado será dizer que comecei a semana a “ressacar” de treino!

Já quase que trepava paredes! 😉

Se não fosse a “adrenalina” do primeiro dia de trabalho, não sei o que teria sido de mim…

Saí do escritório já tarde, mas fui directa ao “Fitness 4 all”.

Apesar de ser um bocadinho mais longe de casa, é perto do escritório e, ao contrário do primeiro ginásio, o rapaz da recepção era uma simpatia.

IMG_2593

Mostrou-me o ginásio de uma ponta à outra, falou-me de todas as opções de aulas e de treinos particulares e só depois falamos sobre preços.

Alertei logo que nem valia a pena falar-me de “Numero de Cuenta” e acabou por ficar por 55€ por mês, sem inscrição.

(Não é barato… Mas pelo menos as condições são boas, a sala de musculação é moderna, tem grande variedade de aulas e abre cedinho..)

IMG_2464

IMG_2844   IMG_2874

IMG_2700

IMG_2687

( Ups!!! Lá se vão as “selfies”! 😉 )

De volta à rotina

Viver fora de casa é ter a certeza que mesmo quando pensas que já tens tudo controlado, não tens! 😉

Já tinha as marmitas controladas, já tinha o ginásio controlado, tudo orientado para voltar á rotina já no dia seguinte…

Ou talvez não…

“O que é que foi agora?” Perguntam vocês…

Agora? Agora aparecem os problemas de logística?

“Logística? A “miss” enlouqueceu…”

Passo a explicar…

Como vou fazer sobretudo musculação, a minha ideia é treinar logo às 07:00 da manhã, quando o ginásio está mais tranquilo e as máquinas quase sempre vazias.

Ainda por cima o ginásio fica a caminho da empresa. O que para que não tem carro, como eu, é um detalhe importante:

Saio de casa, vou treinar e sigo para o escritório.

Até aqui, tudo bem.

Estava eu a preparar tudo na noite anterior, quando me deparo com a seguinte questão:

“Como é que eu vou carregar o equipamento todo do ginásio, as toalhas e o resto das tralhas do banho?”

Impossível!

Só tenho uma mochila que fica a “transbordar” só com o portátil e as marmitas.

Vou ter de comprar outro saco, um trólei, qualquer coisa…

“E fico mais um dia sem treinar?”

Nem pensar!

(Por favor, não contem isto a ninguém, mas no meu primeiro dia de ginásio em Madrid, eu levei as coisas num saco plástico…)

IMG_2446

Não se vai voltar a repetir! 😉

Nesse mesmo dia, ao final da tarde, fui comprar um trólei!

E umas toalhas de banho em condições!

E umas calças de fato de treino “Polar” para usar por cima dos corsários e macacões no caminho de casa até ao ginásio!

É que isto de sair de casa a pé, antes das 07h00 da manhã em Madrid em Janeiro, não é para qualquer um! 😉

IMG_2683 IMG_2796

TRX e “Ciclo”

Estou a seguir os Planos de Musculação preparados pela @sararochaPT e a tentar intercalá-los com algumas aulas…

Eu sou a “miss esquisitinha” em aulas! Por isso, aventurar-me nas “classes” espanholas é sempre um grande risco! 😉

Comecei por uma aula de TRX de 30 minutos.

Não correu mal!

Serviu para trabalhar mais os membros superiores que é o que menos tenho nos planos de musculação.

Éramos apenas 3 alunas e tivemos a atenção do professor do início ao fim da aula.

IMG_2697

Nesse mesmo dia arrisquei a aula de Ciclo!

Uma espécie de Spinning, mas com uns “contornos” muito diferentes dos que estou habituada…

12583830_10205645859209933_1740466401_n (1)

IMG_2787

Sabem aquela ideia que normalmente as pessoas têm de “Gente a pedalar fechada numa sala com música alta e maluca”?

A minha aula foi mais ou menos isso…

Música estranhíssima que passou por Backstreet Boy até “Barbie Girl”, ritmo de pedalada quase sempre o mesmo e um professor histérico a acompanhar o som com as respectivas coreografias durante 45 minutos! 😉

 

Deu para rir, transpirar e pensar “Meu Deus! Onde é que me fui meter!”

Fiquei a saber que o “tema” da próxima semana é “Anos 80”!

Prometo que registo só para vos manter actualizadas! 😉

Mas nem tudo foi mau!

Achei piada às bicicletas, com uma ergonomia totalmente diferente das que estou habituada, mas confortáveis.

A carga aperta-se no volante com uma espécie de “manivela” e todas têm um pequeno ecrã que regista a carga que temos nas bicicleta, a cadência com que estamos a pedalar (rpm) e a respectiva potência.

Imagino que também dê informação sobre a frequência cardíaca, mas como não tinha levado relógio nem fita, não pude confirmar.

IMG_2784

Venham daí esses treinos!

Que a expressão “no excuses” nunca fez tanto sentido! 😉

@missFIT.insta

7 thoughts on “#gimnasio

    1. Olá querida.
      Nunca partilho os treinos propositadamente.
      Os planos de musculação são feitos propositadamente para mim, tendo em conta os meus objectivos e a minha condição física.
      Devem ser sempre feitos por um profissional de educação física e de preferência depois de fazermos uma avaliação física.
      Acho muito perigoso “copiar integralmente” o que se encontra na internet, porque somos todos diferentes e cada um deve ter um plano à sua medida…
      (Não quero ter discurso de “mãezinha”, mas acho que deve ser mesmo assim! 🙂
      Um beijinho grande

  1. jeitosa: mão eram proibidas as fotos nos balneários?!!!

    és Maravilhosa e muito engraçada….o teu registo escrita das tuas aventuras é fantástica…. dou comigo ao “pé de ti”

    boa estadia. . . .bons treinos e tá claro: bom trabalho!

  2. Epa… Grande imaginação… “Barbie girl” em modo Spinning. Bom, mas a parte da temática musical nas aulas parece-me interessante. O bom de se ter que mudar de ginásio é que aprendemos sempre qualquer coisa de diferente. Eu já por várias vezes mudei de cidade e, consequentemente de ginásio, e em todos eles saí com ideias diferentes do mundo dos ginásios. Curiosamente, só neste último é que sou presença assídua na sala da musculação (é ampla e com espaço entre as máquinas). Antes era a menina das aulas. O ginásio onde ando é o GO FIT que, curiosamente, é Espanhol.

    Boa sorte.

    1. Olá querida.
      Sim, aprendemos sempre imenso das mudanças e acredito, cada vez mais, que só nos fazem bem…
      Eu aqui em Madrid não me consegui habituar as aulas…
      Dediquei-me à musculação, apesar de não ser o que goste mais de fazer (acho muito solitário…)
      O importante é variar o mais possível.
      Assim não nos cansamos, nem o corpo se habitua! 😉
      Beijinho

Deixar uma resposta