#Uma melhor versão de mim

AUTOR: @ritinhacosta

EMAIL: costateixeirarita@gmail.com 

 

NOTA @missFIT.insta:

[Não há impossíveis…

A história da Rita é um verdadeiro exemplo!

Basta entrarmos no seu perfil do Instagram (@ritinhacosta ) e percebemos logo a determinação e garra desta “miúda”, que um dia resolveu dizer “Chega” a uma vida sedentária, e, desde então, já perdeu mais de 25kg!

“25kg???”

Sim, leram bem… 25kg…

 

Querem saber mais?

Apresento-vos a Rita Costa.

Força querida, o Blog é teu! 😉 ]

 

Um menina como tantas outras…

O meu nome é Rita, tenho 23 anos e sou do Porto.

Desde os meus 8 anos de idade sempre tive excesso de peso.

Sempre gostei bastante de comer (como ainda hoje gosto, e muito!).

Como tantas de nós, comecei por fazer as “asneiras” típicas de todas as criança…

Por muito que a minha família sempre tivesse prezado por me dar a alimentação mais equilibrada possível, a má alimentação foi-se prolongando no tempo.

Com muita boa vontade e insistência dos meus pais, tentei melhorar com 1001 soluções…

Mas quando a pessoa não quer, nada resulta…

12992227_10206273551621851_2019263659_n

Re-start…

Cheguei ao ano de 2012, ao fim do meu 1º ano da faculdade, com excesso de peso e com muito pouca auto estima…

Sempre fui uma rapariga bastante sociável, sempre inserida em tudo e mais alguma coisa, com uma auto-estima bastante sólida.

Mas algo em mim começava a não bater certo.

Não me sentia bem comigo mesma, não tinha vontade de sair de casa, custava-me olhar ao espelho, não me reconhecia.

 

Sabia que era eu, mas que não era a melhor versão de mim mesma, e que tinha potencial para muito mais.

Decidi que bastava e que estava na altura de fazer um re-start na minha vida:

A minha alimentação voltou ao zero, os meus hábitos começaram do zero e eu aliei-me ao desporto e á nutrição mais do que nunca.

12992980_10206273551501848_1633218126_n12968793_10206273549621801_456319222_n

Diz-se que 70% é alimentação, 30% exercício físico, não é? Pois bem, dediquei-me a 200% a mim mesma.

12988121_10206273550501823_1474861437_n12969360_10206273551221841_1727672173_n

Running como terapia…

Comecei a correr por pura “casmurrice” (palavra tão tipicamente nortenha 😉 )…

 

Sempre adorei caminhar, mas detestava correr.

Não sabia correr, não tinha vontade de experimentar e não gostava que me “pressionassem”…

Mas passava tanto tempo na “passadeira” do ginásio, que me recordo de pensar:

“Já que passo aqui tanto tempo, podia experimentar correr para ver como me sinto…”

 

Respirei fundo e concentrei-me neste “plano mental”:

 [“Relembra-te de controlar a respiração, de fixar um ponto e vamos começar:

– 30 segundos a correr, 1 minuto a caminhar;

– 1 minuto a correr, 1 minuto a caminhar;

– 2 minutos a correr, 1 minuto a caminhar…” ]

 

Cada vez que voltava à passadeira o plano evoluía!

Até que aguentei os primeiros 5 minutos sem caminhar, seguindo-se os 10, os 15, a meia hora…

Conheci as  endorfinas e a adrenalina da corrida! 😉

 

Os músculos deixaram de “gritar dor” e relaxaram…

“Acho que podia correr uma meia hora sem parar…” pensei um dia.

 

E a meia hora transformou-se nos primeiros 2,5km, nos primeiros 5km…

12957354_10206273550941834_2078282501_n

Comecei a correr quando queria pensar…

Comecei a correr quando não queria pensar…

Quando estava cansada e quando sabia que tinha demasiada energia acumulada que precisava de libertar…

 

Comecei a gostar de fazer mais 0,5km do que na corrida anterior…

Aprendi a aceitar que também faz parte do treino ter dias em que se faz menos 1km do que o normal…

 

Comecei a gostar das dores pós-treinos e a sentir falta delas nos dias em que não corria.

 

Da passadeira ao “outdoor”…

Deixei de correr sempre sozinha e conheci o “correr acompahada”.

Juntei-me a um grupo de corrida e descobri que gosto da pessoa que sou enquanto corro.

Gosto de mim focada em melhorar o meu ritmo, o meu tempo, em correr mais uns metros, em correr um percurso novo, em preparação para uma prova específica…

12966290_10206273550181815_1785216458_n12992325_10206273549701803_1610082245_n

Gosto de ver o meu corpo a sentir, a mudar e a evoluir.

E a minha mente sempre a acompanhar!

E gosto, mas gosto mesmo muito de novos desafios!

 

Comecei em provas pequenas…

Passei pelos 10km…

Pelas meias maratonas…

12992871_10206273550341819_967528905_n 12969234_10206273549981810_160327888_n

E para 2016 tenho um dos meus maiores desafios:

Correr a minha 1ª Maratona – 42km!

12992298_10206273550821831_1274528533_n (1)

Conquistas todos os dias…

De 2012 até agora, 25kg já se foram (para não mais voltar)!

Passei de um 44 a um 36 e a balança conheceu o ponteiro dos 60.

E mais importante do que tudo isso: Conheci-me!

 

Desenvolvi uma paixão infindável por nutrição, por desporto e por mim mesma.

O trabalho está longe de terminado: sou picuinhas, decidida, competitiva, determinada, motivada, focada.

Mas a cada dia que passa,  sinto-me mais longe de 2012…

12968702_10206273551021836_1811856246_n

A cada dia luto pelo presente, pelo que ainda está para vir.

Hoje sou uma melhor versão de mim mesma, mas amanhã serei ainda uma melhor versão de hoje.

Força, foco, fé, disciplina.

“Saúde e paz e o resto a gente corre atrás”

 

Acreditem em vocês!

@ritinhacosta

5 thoughts on “#Uma melhor versão de mim

  1. Adorei o teu texto e a tua determinação. Terás muito sucesso com toda a certeza!!
    Muita energia e continua com a tua garra ☺ e persistência!
    Mulheres lutadoras é o que o nosso país precisa!!
    Um grande beijinho

Deixar uma resposta