#Passadiços de Paiva

Já cheira a verão…

Finalmente!

Parece que as chuvas de Abril resolveram dar-nos algumas tréguas e que o sol e o calor (ainda tímido) apareceram para animar os fins de semana.

 

O último fim de semana foi especial:

– Teve mais um dia de descanso;

– Foi “abençoado” com um sol e um calor que já não se sentiam desde Agosto;

– E foi passado com os amigos, numa “escapadinha” de muito relax e animação.

 

O programa das festas era simples: Tardes de Churrasco, Piscina e Passeio!

Podia pedir mais?

13081633_10206397535961382_1313524024_n13081815_10206397536081385_1574544103_n

[ Adoro a fase do ano em que estamos a entrar…

O calor…

As roupas mais pequenas…

As peles bronzeadas…

Os dias mais longos…

Os sunsets…

Os Santos Populares…

O cheiro a “brasa” e a fumaça pelas ruas…

A animação geral…

Bem vindo verão!

Esperei o ano inteiro por ti! ]

13084334_10206397535841379_1631546947_n

Passadiços do Paiva

Se o Sábado e o Domingo foram passados em modo “relax e sem horas”, com banhos de sol e de piscina, com grelhadinhos e “minis” na mão, o Feriado do 25 de Abril estava destinado a um passeio que já queria fazer à imenso tempo.

13084310_10206397536361392_1794936531_n

Os Passadiços do Paiva abriram em Junho do ano passado e desde então foram um caso de sucesso.

“Excursões” inteiras chegavam todos os fins de semana a Arouca para fazer a caminhada dos passadiços, com enchentes mais ou menos frequentes, que limitavam, de alguma forma, o passeio.

 

Resolvemos deixar passar a “loucura” inicial, e aproveitamos a simpatia do São Pedro no último fim de semana de Abril, para, finalmente, conhecermos os passadiços.

 

Desde que Fevereiro deste ano que é necessário reservar a entrada nos Passadiços do Paiva.

O bilhete custa 1€ por pessoa e estão limitados a 3500 por dia.

 

O valor é simbólico. E o facto de termos a garantia que vamos entrar quando lá chegarmos, e de que vamos conseguir fazer o percurso sem grandes confusões, de longe que compensa!

 

Tratamos dos bilhetes (atenção que esgotam com frequência…) com 3 dias de antecedência no site oficial.

http://www.passadicosdopaiva.pt/

Chegamos a Espiunca por volta das 10:30 e entramos sem grandes filas e esperas.

13100973_10206397536201388_1543710267_n

São “só” 16km…

Como grupinho “fit” que somos (ou pelo menos acreditamos que sim… 😉 ), nem sequer ponderamos fazer a caminhada apenas num sentido.

Íamos e voltávamos.

8km Espiunca – Areinho + 8 km Areinho – Espiunca

13077189_10206397537161412_1082699332_n

Não nos arrependemos!

O caminho é o mesmo, mas tem tanta coisa para ver que parece sempre diferente.

Aconselha-se a quem quer fazer “apenas” 8km, que faça o percurso no sentido Areinho – Espiunca.

13101365_10206397537121411_1512148212_n

Nesse caso, para regressar ao “ponto de partida”, têm duas alternativas:

– Se forem num grupo com vários carros, podem, antes de começar a caminhada, dividir os carros pelos dois locais;

– Se foram “sozinhos”, existem táxis e autocarros disponíveis nos locais para fazer as deslocações.

(Serviços pagos, naturalmente… 😉 )

 

O percurso…

Começamos a caminhada em Espiunca e seguimos pelo passadiços até Areinho.

Os km iniciais são bastantes tranquilos, sem grandes inclinações ou desníveis.

13077261_10206397536441394_1506805005_n

Fomos apreciando o caminho e as paisagens, as “loucuras” dos corajosos do rafting, até chegarmos à zona do Vau, mais ou menos a meio do percurso (4km).

Aqui no Vau existe um bar de apoio, casas de banho, e uma zona se pode fazer um pic nic, parar para descansar e dar uns mergulhos no rio Paiva.

13101193_10206397536601398_1355172659_n

A partir daqui o percurso inclina um bocadinho…

A zona mais “agressiva” é mesmo a chegar ao Areinho.

Começamos a ver ao longe o que nos espera… Mas a paisagem é tão espetacular que não nos preocupa.

13115678_10206397536641399_1799585366_n

Aproximamo-nos, olhamos para cima e alguém diz:

Parece que estou na Muralha da China…!” 😉

13115560_10206397537601423_1910476661_n

A subida é íngreme, mas tem imensos patamares onde se pode parar para recuperar o fôlego e apreciar as paisagens..

13090378_10206397537521421_562900142_n

Chegamos até ao controlo de entradas do Areinho, avisamos que íamos regressar para fazer o sentido contrário mais tarde, e descemos até à praia fluvial.

Descemos, mas descemos mesmo muito! 😉

 

As vistas são fenomenais, mas no fundo, no fundo, o pensamento que nos ocorre a todos é:

A seguir ao almoço, vamos ter que subir isto tudo…”

 13077378_10206397536761402_2916203_n

Praia Fluvial Areinho

A Praia Fluvial do Areinho tem todas as condições necessárias para descansar e fazer um belo pic nic.

Junto a bar da praia a zona é mais movimentada, mas se nos afastarmos um bocadinho, conseguimos encontrar cantinhos mais tranquilos e muito agradáveis.

Descansamos…

Apanhamos sol…

Os mais corajosos deram um mergulho nas águas do rio Paiva que estava G E L A D O….

13115666_10206397536961407_14766178_n

Recuperamos forças e energia para o percurso de regresso.

“Sobe pra xuxu… Mas depois é sempre a descer!” 😉

13082168_10206397537241414_210172556_n

O regresso…

Saímos do Areinho por volta das 15:30.

O percurso no regresso teve muito menos gente e bastante sombra.

Tiramos fotos, fizemos vídeos e aproveitamos para atravessar a Ponte de Arame que liga as duas margens, perto da zona do Vau.

O passadiço do outro lado da ponte não tem continuidade e obriga-nos a voltar para trás. Mas só pelas vistas e pelas fotos que se consegue tirar do cimo da ponte, a travessia vale muito a pena.

13090379_10206397537721426_1483534095_n

[NOTA:

Apesar de ser perfeitamente normal (palavra de uma Engenheira Civil..), a ponte abana um bocadinho! ; )

Se forem sensíveis às alturas e a “estruturas instáveis”, atravessem na mesma! 😉 Mas não se assustem! ]

 

Mesmo quase a chegar ao fim, ainda tivemos direito a uma foto de grupo tirada por uma equipa dos Passadiços de Paiva.

13101015_10206397537841429_734167834_n

Se o passeio, só por si, tem tudo para ser memorável, com um grupo de amigos destes, torna-se inesquecível!

Vamos voltar!

@missfit.insta

6 thoughts on “#Passadiços de Paiva

  1. Olá miss fit 🙂 fiz esse percurso no final de março, e adorei… Apanhamos um otimo tempo… Hei-de lá voltar porque acredito que como nos ficamos tão encantados com a beleza daquele sito, não reparemos em tudo… E no fim do percurso já depois do vau o meu filho escorregou e então tivemos que ter o dobro da atenção nele

  2. Olá Miss! Ainda não fiz os passadiços mas no ano passado fui fazer o “caminito del rey” em malaga, e é das experiencias mais incríveis que ja tive! são só 8 km (ida e vinda), mas a uma altura surreal e com paisagens de outro mundo! goggle it e de certeza que ainda acabas por ir la, vale muito a pena 🙂

    1. Olá Maria,
      Agora fiquei super curiosa!
      Vou pesquisar sobre esse caminho.
      Adoro este tipo de passeios.
      Fazem bem a tudo, mas sobretudo à cabeça e ao nosso bem estar! :^)
      Um beijinho ***

Responder a Filipa Cancelar resposta