O mundo saudável da Náná

#O mundo saudável da Náná

AUTOR: @omundosaudaveldanana

EMAIL: adriana-carneiro@live.com.pt

 

NOTA @missFIT.insta:

[Mulher real (e cheia de coragem)…

A Náná (@omundosaudaveldanana) partilha no Instagram e no Facebook as suas rotinas de treino e de alimentação saudável.

Mas nem sempre foi assim…

A sua história passou por momentos menos bons, que a Náná superou com muita coragem e resolveu partilhar…

 

Obrigada pela tua coragem, querida!

Força Náná, o Blog é teu! 😉 ]

 

A inocência da idade

Quando era mais nova, por volta dos meus 13 anos (e mais cedo até), tinha excesso de peso.

Mas, na verdade, nunca me importei muito com isso, apesar de toda a gente fazer reparos em relação ao meu peso.

Talvez pela inocência da idade, esse assunto não era certamente uma preocupação para mim.

 

Não suportava, de todo, fazer Educação Física…

Bufava por todos os lados..

Detestava todo e qualquer exercício!

Até pedia ao meu pai para escrever na caderneta a dar-me dispensa (não, o meu pai não alinhava nisso…)
Comia de tudo e sem qualquer preocupação.

Nos intervalos das aulas comprava um chocolate e/ou croissant/pão misto, depois do almoço ia à loja das gomas, comia panikes e comia muito… isto, todos os dias…

Óbvio que era inevitável o peso!

10256316_606987106053794_6818743439876856390_n    20150401_172642

 

Vontade de mudar

Porém, conforme fui crescendo, a visão das coisas e os meus objectivos, mudaram.

Um dia, mais precisamente há uns 7 anos, abriu um ginásio na minha cidade.

 

O meu pai começou a frequentar e desafiou-me…

Mas eu nunca quis ir…

Na minha cabeça, um ginásio era um local só de homens e “monstrinhos” musculados.

O facto de ser “novinha” ainda me fazia sentir mais intimidada com estes pensamentos, mas um dia decidi arriscar e acompanhei o meu pai.

Fui num Sábado, e voltei no Sábado seguinte, no outro e no outro…

Nunca mais deixei!

Imagem 057

Da musculação passei para a hidroginastica, da hidroginastica para o Power Jump, Localizada, Spinning…

Finalmente sentia-me motivada e com vontade de continuar, pois também começava a ver resultados.

13118867_839713366172816_5343868772668009989_n  2016-03-08 13.00.36

 

De um extremo ao outro

No entanto, há 2 anos, por volta dos meus 17/18 anos sofri uma transformação drástica.

No Verão, como era normal, o ginásio fechava durante o mês de Agosto.

Dessa vez eu não reagi bem e comecei a ter pensamentos negativos:

“Sem ginásio, vou engordar imenso!”

O medo apoderou-se de mim!

 

Como consequência comecei, gradualmente (acho importante referir “gradualmente” e não “drasticamente”) a cortar na alimentação:

Se comia 2 pratos, passei a comer 1…

Fui reduzindo a quantidade de arroz/massa/batata…

Até não sentir a necessidade nenhuma de comer…

Deixei de consumir todo o tipo de bolachas no intervalo das refeições e até fruta!

 

Tenho 1.75m e cheguei aos 49kg…

CIMG4731

Não considero que tenha chegado a uma anorexia..

Aapenas um início porque, graças a Deus, percebi a tempo que não estava correcta.

 

Nesse altura, a minha alimentação resumia-se a:

– 1 iogurte liquido durante todo o dia todo e um jantar de salada e proteína;

– 2 pães de leite por dia, misturados com muita água para ajudar a “matar a fome”…

 

Cheguei ao ponto, para que o meu pai não desconfiar que se passava algo de errado comigo, de colocar pedras no soutien para fazer peso sempre que subia à balança.

Não queria que ele soubesse que eu não estava bem, mesmo que me visse a emagrecer a “olhos vistos”….

 

“O mundo saudável da Náná”

Percebi a tempo que me estava a fazer mal e, pouco a pouco, fui reintroduzindo os alimentos nas minhas refeições.

Hoje em dia admito que não estou “curada” 100% a nivel psicológico, mas estou mais do que no bom caminho!

Como de tudo.

Durante a semana tento manter-me no foco, incluo o pão e a massa na “dieta” e deixo o fim de semana para comer o que quero (gelados, pipocas, fast food…).

13174027_843573055786847_167117915401695954_n 13124466_841143876029765_5695684356925620658_n

Tenho celulite? Sim.

Tenho estrias? Sim.

Tenho ainda gordura? Sim, sem dúvida.

Mas sou muito mais que isso!

20151002_170454

Se arranjo desculpas, também arranjo soluções!

Senão, quem sofre as consequências sou eu e mais ninguém.

Não fiquem dependentes de A ou B para treinar! Acreditem em vocês!
Não digam que não podem porque têm filhos, família, falta de tempo…

Quem quer mesmo, organiza se!

 

Gostava muito que a minha história servisse para alertar algumas meninas e ajudá-las a recuper a tempo!

É possível mudar!

13051482_834686283342191_6645294262015633013_n

Muito obrigada de coração.
Beijinhos de força a quem vai iniciar ainda uma etapa nova.
Sejam persistentes, quanto mais não seja pela saúde!

Os resultados aparecem!

Náná

@omundosaudaveldanana

3 thoughts on “#O mundo saudável da Náná

  1. Sonia Rodrigues says:

    És uma valentona…. dar a cara por tantas meninas que sofrem é de valor… parabéns
    Tudo de bom e bons treinos e muita paz

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s