#MEU RIO

[ …

Estava prometido um post sobre o Rio de Janeiro, sobre o último destino da minha super viagem e sobre uma das cidades que ocupa o meu coração.

Ainda não tinha tido tempo para me sentar e “escrever com a alma”, mas depois das últimas notícias, senti que tinha de ser hoje…

Quem me acompanha há mais tempo sabe que sou apaixonada pelo Rio de Janeiro!

(Aliás, este Blog nasceu numa das viagens que fiz ao Rio. Os primeiros posts são uma espécie de diário dessa viagem e deram-me um gozo incrível a escrever.)

O Rio de Janeiro é especial!

Tem uma beleza incomparável e uma energia única. E não é preciso muito para ser feliz no Rio.

Basta o sorriso de um “moleque”, assistir a um nascer do sol na praia, correr no calçadão, passear de mão dada na Lagoa…

Nos últimos anos ouvi repetidamente a mesma recomendação:

“Cuidado. O Rio está mais perigoso!

As coisas estão feias. Está bem pior que no ano passado…”

Acho que nunca quis acreditar nesta realidade de “terror” no Rio. E, talvez levada pela minha ingenuidade, nunca me senti ameaçada ou em perigo.

Acabei de regressar de uma das viagens mais felizes da minha vida, e hoje, fui confrontada com a notícia da morte da Marielle Santos…

“Então Rio?”

“Como é que eu agora vou contar que passeei tranquilamente durante duas semanas?”

“Que visitei as tuas maravilhas sem receios e com o brilho nos olhos de sempre…”

“Que regressei encantada e cheia de vontade de te visitar para o ano outra vez?”

Quero que conheçam o Rio que eu conheci.

O “meu Rio”.

E o Rio que Marielle defendia.

Aqui vai um bocadinho da minha viagem!              … ]

29250142_10211744180504154_6271498584055611392_o

#O Rio de Janeiro continua lindo

Voltei ao Rio de Janeiro pela 6ª vez.

Em cada viagem apaixono-me mais um bocadinho. Em cada visita sinto-me cada vez mais em casa…

Este ano “levei” o P.

Era uma viagem de sonho dele e visitar o Rio de Janeiro ao lado dele, era uma viagem de sonho para mim! 🙂

29197322_10211744350268398_1916430389048508416_o

Chegámos ao Rio depois de uma semana de férias e de muito frio na Europa.

Aterrar no aeroporto RIOgaleão e sentir aqueles 30º e aquela humidade de mais de 90% é sempre uma experiência incrível.

Ficamos hospedados entre Copacabana e Ipanema, mesmo juntinho à praia, num apartamento pequenino de “uma amiga de uma amiga minha”.

Dicas Alojamento

[ O alojamento no Rio de Janeiro é caríssimo. E para lá passar duas semanas, a solução de hotel sai totalmente do orçamento.

Recomendo sempre  que procurem um apartamento na Zona Sul, junto às praias, pelo Airbnb ou outro site semelhante. Como em qualquer outro destino, convém pesquisar apartamentos que tenham bons comentários e recomendações. Neste tipo de serviços, é sempre preciso ter atenção redobrada.

Zonas que recomendo: Leme, Copacabana, Arpoador, Ipanema e Leblon.

Daqui conseguimos ter acesso a pé ou de bicicleta a imensos pontos turísticos do Rio.

A Barra da Tijuca também tem apartamentos óptimos, mas fica mais afastada do “centro” e dificulta um bocadinho mais as deslocações. ]

#Rotinas

Madrugamos quase todos os dias!

Às 06h o despertador tocava e nós saltávamos da cama: para dar uma corridinha no calçadão, para tomar um mega “café da manhã”, para passearmos pela Lagoa, para fazermos trilhas…

Apesar do tempo no Rio de Janeiro ser muito inconstante, de chover muito e de estar muitas vezes encoberto, fizemos praia quase todos os dias.

29216553_10211744182464203_5205492236673875968_o

Férias no Rio são assim: sais de casa com o biquíni vestido e aproveitas a praia sempre que abre o sol! Pedes uma cadeira e uma “barraca” (guarda sol) num dos “pontos” da praia e relaxas com uma água de coco e um Mate Limão com Biscoito Globo doce!

Este ano ficamos quase sempre pelo Posto 11 (Leblon) na “Barraca do João”. O ambiente nesta zona da praia era, em geral, melhor e mais tranquilo.

29216791_10211744182864213_7777691722967941120_o

#Muito mais que praia

Se querem umas férias de praia, sossegadas, de descanso absoluto, o Rio não é o melhor destino. (Para essas situações, recomendo o Nordeste Brasileiro…)

O Rio de Janeiro tem imenso para conhecer! Desde natureza, pontos históricos e culturais, desportivos, …

Este ano decidimos visitar pelo menos um local turístico por dia.

(Podia escrever um livro sobre todos os lugares que já visitei, mas vou-vos deixar apenas uma lista dos meus lugares de eleição, organizados por zonas)

Leme

Situado no finalzinho de Copacabana, merece ser visitado por:

  • Praia do Leme
  • Forte do Leme
  • Mirante do Leme

Copacabana

Dispensa apresentações. Deve ser das zonas mais conhecidas e turísticas do Rio de Janeiro:

  • Calçadão de Copacabana
  • Forte de Copacabana –  Aqui podem tomar um “café da manhã” ou lanchar ao final do dia num dos cafés do forte, com umas vistas incríveis.
  • Rua de Santa Clara – Perpendicular à orla da praia, é onde podem encontrar lojas com preços mais acessíveis e fazer compras com valores mais justos. Recomendo o edifício de Santa Clara 33 e Santa Clara 75.
  • Feirinha de Copacabana – Existe todos os dias ao final da tarde e noite.

Ipanema

Outra das zonas mais conhecidas e imperdível.

  • Calçadão de Ipanema
  • Arpoador – Onde podem assistir e aplaudir (literalmente) a um magnífico pôr do sol.
  • Feira Hippie –  Óptima para fazer compras. Todos os Domingos na praça General Osório.

29257554_10211744107062318_8341619945385230336_o

29214803_10211744209064868_7160291874974990336_o

Leblon

Na continuidade de Ipanema, tem, na minha opinião, as praias mais tranquilas e sossegadas.

  • Praia do Leblon
  • Mirante do Leblon
  • Parque Natural Penhasco dos Dois Irmãos

29213800_10211744183704234_7745024072865546240_o29213890_10211744208784861_5714924973441679360_o

Vidigal

  • Bar da Lage
  • Trilha do Morro dos Dois Irmãos

Antes de viajar para o Rio, a recomendação da minha avó foi: “Não vás para as Favelas!”

Mas eu fui!

A Favela do Vidigal é passagem obrigatória nas minhas visitas ao Rio. Para além de ter umas vistas absolutamente incríveis, é lá que começa a trilha do Morro dos Dois Irmãos, que nos leva até um dos lugares mais bonitos que conheço no mundo.

Esta favela esta “pacificada”. Não é perigosa. Deve ser, porventura, a favela mais turística do Rio de Janeiro, onde existem, inclusivamente bastantes Hosteis.

29244285_10211744180304149_5509090650055770112_o

29261245_10211744155943540_4107552532568473600_o

A trilha começa no topo da favela. Para lá chegar, o melhor é apanhar um “Moto-Taxi” à entrada do Vidigal, que vos deixa no arranque da trilha.

Para quem não conhece, não recomendo fazerem a trilha sozinhos. Apesar do caminho estar relativamente bem marcado, é mais sensato procurarem alguém que vos acompanhe. Há imensas empresas que organizam passeios pelas trilhas. Apesar de terem de pagar pelo serviço, vão sentir-se mais seguros.

29216139_10211744200304649_5781126053153996800_o29214708_10211744200744660_3193724968202403840_o

Gávea

Fica no mesmo alinhamento de Ipanema e Leblon, entre a praia e a floresta da Tijuca.

  • Lagoa Rodrigo de Freitas – O meu lugar favorito no Rio de Janeiro, por todos os motivos e mais alguns! 🙂
  • Jardim Botânico
  • Parque Lage – Um dos lugares “da moda” do Rio, gratuito e, em dias de sol, com vistas privilegiadas para o Cristo Redentor.
  • Parque da Catacumba

29244483_10211744148543355_3566916686596538368_o29250237_10211744149303374_4735107590214647808_o29258317_10211744153823487_7517097971012337664_o

Parque da Tijuca

  • Vista Chinesa – Vale a pena subir a pé, de bicicleta (para os mais corajosos) ou de carro até à vista chinesa.
  • Cristo Redentor – É preciso comprar os bilhetes para a visita com antecedência na internet
  • Mirante de Dona Marta

29197251_10211744205984791_1051765717591916544_o

Urca

Do outro lado do Leme fica a Urca e chegamos lá facilmente de Bicicleta ou de Ónibus (Autocarro).

  • Praia Vermelha
  • Morro da Urca e Pão de Açúcar
  • Murete da Urca

29216908_10211744108262348_361463184910974976_o (1)29214838_10211744108022342_4116895340567724032_o29244298_10211744108422352_226897749243592704_o

Lapa e Santa Teresa 

Zonas mais centrais e afastadas das praias mas cheias de coisas giras para visitar.

  • Bonde de Santa Teresa
  • Arcos da Lapa
  • Escadaria Selarón

29262012_10211744185264273_736284671595249664_o29249815_10211744185624282_5628068300786237440_o

Centro e Zona Portuária

A melhor forma de aqui chegar é de metro.

  • Museu do Amanhã
  • Boulevard Olímpico
  • Uruguaianas – Um mega mercado de “Camelô”. Uma feira onde se vende de tudo e onde se encontram óptimas pechinchas.

29258471_10211744199984641_2927846821629788160_o29197016_10211744200184646_6231999079799324672_o

Dicas Transporte

[ Desloco-me no Rio de quase todas as maneiras: a pé, de bicicleta, de ônibus, de Uber e de metro.

Na zona das praias e da Lagoa ando quase sempre de bicicleta.

O Rio de Janeiro tem um sistema de bicicletas de aluguer: Bike Itaú.

Desde que tenham um “CPF” (o número de contribuinte de lá) conseguem registar-se e utilizar facilmente, pagando um valor de 10 reais por mês (menos de 3 euros).

Os Autocarros (ônibus) no rio são muito práticos. Existem imensos e os motoristas, geralmente, são muito simpáticos e estão disponíveis para nos indicar a paragem onde queremos sair. O único inconveniente é a velocidade alucinante a que andam… Fazem curvas e travagens como loucos, e por isso, se não arranjarem lugar sentados, agarrem-se bem. 😉

O metro é a melhor maneira para ir para o Centro e para as zonas mais afastadas da praia. Podemos comprar viagens isoladas ou passes recarregáveis em qualquer estação e, tirando nas horas de ponta, são bastante confortáveis. Preparem-se é para o frio que passam nas carruagens com o ar condicionado nos 15º!

A Uber apareceu e foi a minha melhor amiga no Rio. Para viagens mais longas ou nocturnas, é sempre a minha primeira opção. Tal como em Portugal, é mais barato que os táxis e não implica andar com dinheiro nos bolsos. ]

29314123_10211744150703409_182098397077962752_o29257892_10211744208464853_6589553363434602496_o

#Ser saudável no Rio

Peço desculpa se vos vou desiludir, mas o Rio de Janeiro não é o paraíso de corpos esculturais na praia…

Talvez seja nas novelas, mas a verdade é que é difícil ser totalmente saudável no Rio.

O clima facilita (e muito) a prática do exercício físico!

Quase toda a gente treina: na praia, na lagoa, nas academias, a fazer surf, a nadar, a fazer canoagem… Há opções para tudo e para todos!

29214881_10211744155743535_7518075260755771392_o

29197171_10211744185784286_6475750327957061632_o

Mas a alimentação no Rio de Janeiro é uma tentação: É o Açaí todos os dias, é o Mate Limão na praia (delicioso, mas carregado de açúcar), são as empadas de carne seca, de camarão, e de espinafre com ricota em todos os botecos nas esquinas, são os pasteis árabes…

29244388_10211744183304224_5750134166146514944_o

Sim. Comi de tudo. e não me arrependo! É bom demais para me privar!

Também existem opções saudáveis e restaurantes muito bons. Deixo-vos, em seguida a lista dos meus preferidos:

  • Balada Mix – Existem vários pela cidade e é o meu lugar preferido para todo o tipo de refeições. Tem o melhor açaí de sempre.
  • BIBI Sucos – Sucos, açaí, sandwiches, e omeletes de claras.
  • Apetite – Óptima opção para um “café da manhã” (pequeno almoço) caprichado.
  • Braseiro da Gávea – A melhor picanha com aroz de brócolos e faroja com ovo e banana.
  • Restaurante Faraj – Melhores kibes e pasteis árabes (esfihas)

29216902_10211744207984841_8587371119294545920_o29216161_10211744205784786_7699662732819169280_o29216749_10211744221025167_5760730645034696704_o29258101_10211744206424802_4516088902640992256_o

Dicas Alimentação

[ Comer fora no Rio de Janeiro é caro. Para além dos valor alto das refeições, todos os restaurantes cobram uma taxa adicional de cerca de 10% pelo serviço.

O meu conselho é que, sempre que possível, façam compras no supermercado e preparam as vossas refeições.

A cadeia de supermercados “Zona Sul” tem imensas lojas espalhadas pela cidade e óptimos produtos. Alguns dos espaços até têm zona de refeição com preços mais acessíveis. Mas tudo à base de Massas, Saladas e Pizzas.]

#(in)segurança

Tal como vos disse, nunca me senti insegura no Rio de Janeiro.

Acho que já todos ouvimos as recomendações de não usarmos joias, não mostramos  valores, termos cuidado com as carteiras…

Eu andei sempre muito à vontade: sem joias porque não uso grande coisa e porque não dá jeito para a praia, mas sempre com o Iphone comigo, que tirava da carteira quando queria tirar uma fotografia.

Nas zonas turísticas vê-se sempre muito movimento e muita polícia.

O ambiente fica mais “pesado” no Centro, mas afastado das praias e da Zona Sul.

Não vos vou mentir, é normal ouvir-se tiros no Rio.

Há tiroteio quase todos os dias. Imagino eu que seja nas favelas ou na Zona Norte. Nunca me apercebi de nada perto de mim.

Dicas de Segurança

[Para além das dicas básicas de não andar com imenso dinheiro, nem de máquina fotográfica gigante na mão (estas servem para viagens a qualquer parte do mundo) aconselho a que evitem andar nas ruas de madrugada… O Rio fica mais deserto, há alguns sem abrigo e fica tudo mais assustador, mesmo na zona das praias.

Quando forem visitar a zona do Centro, Lapa, Santa Teresa, reforcem as atenções. São zonas menos turísticas e mais pobres, onde a possibilidade de assalto aumentam.

Sejam aventureiros mas com moderação. O Rio de Janeiro tem imensas trilhas e passeios que valem a pena fazer. Mas procurem empresas que os organizem ou façam com alguém que já conheça.]

Acho que o Cristo Redentor sabe que eu amo esta cidade e protegeu-me sempre de tudo.

29214474_10211744184064243_2314958948450435072_o

“Eu não moro no Rio…

… eu namoro o Rio!”

E será assim, para sempre! 🙂

@missfit.insta

5 thoughts on “#MEU RIO

  1. Andreia Gonçalves says:

    Olá. O POST está óptimo parabéns! Eu fui o ano passado e senti-me exatamente assim. Não senti qualquer tipo de insegurança ou medo. Andei de Uber, de ônibus, de metrô e a pé sempre tranquila. Também fui ao Vidigal e fiz a trilha que amei com uma moradora da favela e acabamos em casa dela com a família a beber sacolé. Foi uma viagem inesquecível e por mais que existam estes episodios tristes toda a gente devia conhecer o Rio uma vez na vida!

    Like

    • missfitteam says:

      Olá Andreia.
      Infelizmente o cenário de violência é muito mais fácil de passar que o resto das coisas boas que o Rio tem.
      Apesar de nem tudo estar bem, o Rio continua a ser maravilhoso 🙂
      Um beijinho,
      Mariana

      Like

  2. Susana Oliveira says:

    Olá Mariana!

    Muito obrigada pela partilha, estava aguardar este post ansiosamente! Vou la em abril pela primeira vez e tenho ou tinha (ate ler a tua publicação) muitas dúvidas e receios.

    Diz-me só mais uma coisa, como fizeste com a internet? Sei q foste publicando algumas coisas mas também para comunicarmos com a família vai ser o mais fácil… Podes só esclarecer mais esta duvida?

    Muito obrigada, mesmo, por esta partilha! 😊

    Beijinhos,

    Susana Oliveira

    Like

    • missfitteam says:

      Olá Susana.
      Já queria ter escrito o Post há mais tempo, mas ficou difícil conciliar o regresso ao trabalho com o Blog.
      Espero que tenha ajudado.
      Quanto à internet, e uma vez que o Roaming lá é caríssimo, acabei por comprar um cartão Pré-pago brasileiro para o telemóvel.
      Eles têm várias operadoras: TIM, OI, VIVO, CLARO… e vendem chips pré pagos nos quiosques de revistas de rua.
      Depois podes ir carregando o cartão com o valor que quiseres, ou nos mesmos quiosques ou nas lojas AMERICANAS.
      A única coisa que precisas é de registar o cartão. Faz-se pelo telefone. Mas pedem-te sempre um CPF, que é o número de contribuinte deles. Se conheceres alguém que tenha, registas facilmente.
      No exterior a maior parte dos restaurantes tem wi fi e disponibilizam a Password facilmente.
      Um grande beijinho,
      Mariana

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s