#SEMANA 40

“Mas mãe, não foram 40 semanas… Foram 39 + 6 dias!”

Já te imagino, resmungona, a cobrar-me este rigor, daqui a uns anos! 🙂

07 de Setembro de 2019
Acordámos expectantes neste Sábado de manhã.
Ao contrário das últimas noites, a mãe dormiu com uma tranquilidade inesperada.
Sabíamos que a tua chegada estava para breve e contávamos as horas para te ter nos braços.

Chegámos ao hospital às 09h00 da manhã, já com as malas no carro, com a sensação de que não sairíamos sozinhos.
A Dr.ª Catarina observou a mãe, confirmou que continuavas bem posicionada e preparada para sair, mas alertou que o liquido dentro da barriga já estava mais reduzido.

Como a mãe já tinha muitas contrações, apesar de não serem dolorosas, aconselhou-nos a ficar pelo Hospital e avaliar a evolução da situação.

Ficámos num quartinho especial, cheio de estrelinhas, à espera de novidades tuas.
As cintas “diziam” que as contracções eram cada vez mais frequentes e confirmavam que o teu coraçãozinho continuava a bater cheio de energia e vitalidade.

Deste-nos tempo de almoçar e de ainda ligar a NETFLIX.
Mas após um beijo especial do pai, surge o primeiro sinal:

“P., acho que me rebentaram as águas. Podes chamar a enfermeira?”

Nessa altura tinha 4 dedos de dilatação e o trabalho de parto prontinho a começar.
A mãe começou a sentir as primeiras contrações dolorosas… Cada vez menos espaçadas e mais intensas….

Eram 16h30 quando pedi a epidural.
A respiração controlada já não fazia muito efeito, e as caminhadas pelo corredor, agarrada ao pai, já eram muito desconfortáveis.

Entramos no Bloco de Partos com algum nervoso miudinho.
Sentíamos que o momento estava cada vez mais perto, e o nosso único desejo era que tudo corresse bem!

Sempre com o apoio do pai, aguardamos que a dilatação completasse.
Felizmente o processo foi rápido.
Às 18h30, a Dr.ª Catarina disse que estava praticamente concluída.
Tínhamos apenas de aguardar pela troca de turnos das enfermeiras e estava tudo preparado para te trazer para o pé de nós.

Eram 20h30 quando a equipa entrou no bloco de partos, preparada para o momento pelo qual sonhamos durante 40 semanas.

“Força mãe! Agora vais ter de fazer muita força!”

E eu fiz. Dei o meu melhor.
Tentei concentrar-me nas contrações e dar tudo de mim em cada expiração.

A certa altura as forças parecem falhar.
O fôlego começa a trair-nos e, nessa altura, concentrei-me muito em ti.
Na vontade que tinha em conhecer-te, e em ter-te nos meus braços.

Sempre agarrada à mão do pai…
Mais um esforço…
Mais uma força…

Respirei fundo, foquei-me no meu amor mais profundo e expirei.
Ouço a Dr.ª Catarina: “Já está!” Parabéns mamã!

Ver o teu corpinho, tão perfeitinho, fez-me desfazer em lágrimas.
Ouvir o teu choro tornou tudo real. E quando te encostaram ao meu peito, percebi que era o momento mais feliz da minha vida!

(O Pai filmou o momento especial.
Só tive coragem de o ver uma semanas depois, mas continuo a emocionar-me sempre que o vejo.)

Ficámos naquele momento mágico por uns instantes que não consigo precisar. Eu, tu e o pai.
As nossas vidas estavam tão completas.!

2.660kg – 48 cm
O pai foi ajudar a pesar-te e a vestir-te.
Nasceste pequenina, mas cheia de energia.
Com uns olhos enormes e muito atentos, fixaste-nos e percebeste que aquela seria a tua família e colo para sempre.

Agarraste a mama da mãe com alguma desconfiança, mas depois nunca mais largaste.

Eram 21h04 do dia 07 de Setembro de 2019 quando as nossas vidas ganharam outro sentido e começou a maior aventura a três.

Alice, nosso amor.
Transformaste as nossas vidas desde o 1º instante.
Obrigada por esta jornada tão mágica que vivemos até aqui e bem-vinda à família Rocha Maia que te ama tanto!

Vamos dar sempre o nosso melhor para te fazer feliz!
Nunca te esqueças que tens dois colos e dois corações sempre teus!
Obrigada por nos teres escolhido.
Somos melhores pessoas contigo!
Um beijo do tamanho do mundo!
M.(ãe) e P.(ai)

Ver também:
https://missfitteam.blog/2019/03/19/%EF%BB%BFsemana-6/

4 thoughts on “#SEMANA 40

  1. Parabéns Miss. Ainda não sou mãe, logo, ainda não sei o que é esse amor todo. Mas é emocionante apenas de sentir pelas tuas palavras a vossa felicidade. Um beijinhos aos 3.

  2. Mariana chorei ao ouvir o teu testemunho , é tão bonito e intenso que revivi o momento do nascimento do meu próprio filho! É tão forte não é! Parabéns e muitas felicidades para a tua família! Beijinhos

  3. Não há palavras para tanto amor Parabéns minha querida pela tua partilha fiquei encantada a ler tudo e a pensar que há 33 anos senti o mesmo beijoquinha grande e que esta nova etapa das vossas vidas seja cheia de amor saúde alegria e muita felicidade 💙💙💙💙⭐😘

Deixar uma resposta