#SUPER MANHÃS

.
(Ou Super Mamãs?)
Os dias cá em casa começam cedinho.
Ou porque a mãe não gosta de ficar muito tempo na cama ou porque a Alice gosta de acordar com as galinhas!

Energia é a palavra de ordem!
Cuidar de uma bebé curiosa e com muita vontade de explorar o mundo, tratar da logística da casa, preparar refeições (as minhas e agora as dela…)

Nem sempre é fácil.
Sobretudo agora em período de isolamento
Há que descomplicar e encontrar rotinas que nos simplifiquem o dia-a-dia.

06h30-07h00
É a hora da “alvorada” por aqui.
Acordamos quase sempre com um grande sorriso e boa disposição!

Depois de mudar a fralda, a Alice “ataca” a maminha!
Tem a quem sair esfomeada logo de manhã!
A minha fome também aperta, mas ela está primeiro!

Passamos da maminha à diversão.
Brincadeiras, cócegas, conversas,…
Tentativa de deixar a Alice um bocadinho sozinha no tapete, enquanto preparo o pequeno-almoço.

Nunca tenho muito tempo.
Ela pede-me atenção. Gosta de ver tudo o que eu faço, e se for ao meu colinho, ainda melhor!

Opto, quase sempre, por uma tigela de Weetabix!
Vou variando o acompanhamento: iogurte, leite, com topping de frutas, sementes,… (ou tudo junto!)
Foi a forma mais prática que encontrei para ter um pequeno-almoço nutritivo e variado todos os dias.

Sou do “team” dois biscoitos!
A amamentação dá-me muita fome, e assim garanto, logo ao acordar, a minha dose de fibra, ferro e vitaminas.

É só dar espaço à imaginação!
Na tijela, no prato, na caneca… Faço mil e uma combinações.
E tenho sempre snacks simples sem fugir do foco!

Especialmente agora, nesta altura de isolamento, em que temos vontade de comer tudo o que nos aparece à frente, e em que é tão importante encontrarmos opções saudáveis com os ingredientes que temos em casa.

09h30-10h00
Primeira tentativa de adormecer a Alice.
Muito colo, cantoria, embalo…
Pouso-a na cama e os olhinhos dela abrem automaticamente…

Mais uns (longos) minutos de festinhas e palmadinhas no rabo, e ela finalmente sossega.

Tenho, mais ou menos uns 40 minutos (se tudo correr bem) para mim.
Aproveito-os o melhor que posso!

10h30-11h30
Troco de roupa o mais rápido que consigo e afasto-me do quarto onde a Alice está a dormir para treinar.

São, geralmente, 30 minutos “terapêuticos” e que fazem toda a diferença no meu dia.
Circuitos com o peso do corpo e algum material ou treinos específicos de respiração para reforçar a postura e o abdominal transverso, que ficou mais comprometido com a gravidez.

Enquanto isso, preparo a sopa dela.
Deixo os legumes a cozinhar a vapor, para ser só triturar na hora de comer.
Tento sempre ter tarefas a decorrer em simultâneo para aproveitar da melhor maneira todos os minutinhos.

Nem sempre consigo terminar o treino sozinha.
As sestas da Alice são muito curtas e frágeis.
Já não desespero!
Pego nela, e faço o que consigo com a bebé ao colo.

Segue-se um duche muito rápido, com a Alice sempre atenta, sentada na espreguiçadeira e volto a ser 100% dela.

11h30-12h30
Hora da papa.
Um momento recente na rotina cá de casa, mas que se tem revelado muito feliz.

A Alice adora comer!
Sopas, Papas, Fruta…
Delicia-se e lambuza-se com tudo!

Sento-a na cadeirinha e fica logo impaciente a olhar para a colher.
Devora o prato num instantinho e deixo sempre que explore os sabores e as texturas sozinha.

Resultado: Sopa e papa por todo o lado!
Mas uma imagem de satisfação impossível de resistir!

12h30-13h30
Nova tentativa de adormecer a Alice.
De barriguinha cheia e ar satisfeito, é, normalmente, a soneca que dura mais tempo… (1 hora… 1 hora e meia, quando corre muito bem,)

É a altura de reforçar a dose de energia e preparar o meu almoço.

Aproveito para respirar um bocadinho…
É que esta é só a “dose da manhã” e não tarda e a bebé acorda cheia de energia e eu tenho de estar à altura! 🙂

E como são as vossas super manhãs aí por casa?
Um grande beijinho,
Mariana – @missfit.insta

4 thoughts on “#SUPER MANHÃS

  1. Bom dia,
    Parece que estava a ler o meu dia a dia 🙂
    A minha princesa tb tem 7 meses e tem as mesmas curiosidades e hábitos que a Alice, apenas nao acha piada à sopa 🙁
    Continue a partilhar essas histórias maravilhosas.
    Beijinhos

  2. Por aqui igual. Bebé de 5m: Sestas curtas, tento fazer tudo em 40/45 minutos. Quando está acordada também exige sempre muita atenção e colo… Sigo o teu Instagram e agradeço-te pelas partilhas. São muito importantes para percebermos que os desafios são semelhantes. Relativamente às sestas a Dra Andreia Neves deu novas dicas? Beijinhos e obrigada

  3. Por aqui igual bebé de 6 meses, sestas curtas, muita maminha, adora sopa e fruta, papa nem por isso e gosta de muito colo e brincadeira , acompanhada da irmã de 3 anos. Falta partilhar as super tarde e noite, Fica a dica 🙂

Deixar uma resposta